Pesquisar este blog

Traduções

Visitas


Counter

Quem Sou Eu: Fabrício Siqueira

Minha foto
Nascido na cidade de Bom Jesus do Itabapoana, no norte do estado do Rio de Janeiro. Biólogo, Astrônomo amador e autodidata em diversas áreas de conhecimento.

Email:

  • Meu email: phoenixfabricio07@gmail.com

Parceiros

Parceria



Notas do Autor

* O conteúdo dos textos postados nesta página estará sempre sujeito à revisões visando possíveis atualizações a respeito de cada tema postado. Modificações nos textos poderão também ocorrer caso haja a necessidade de corrigir erros que porventura possam estar contidos nas informações aqui publicadas.

* Caso o leitor queira tirar dúvidas ou queira maiores esclarescimentos em relação ao conteúdo das postagens, o espaço de comentários poderá ser utilizado também para este fim .

* Este Blog foi criado visando atingir um público leigo e mediano no que se refere ao conhecimento científico-filosófico e, portanto, informações complexas e detalhadas a respeito de cada tema estão além do escopo desta página. Ao final de muitas postagens são citadas referências e outras fontes para aqueles que buscam um maior aprofundamento em relação ao assunto que está sendo abordado.

* Certas imagens ou vídeos postados nesta página da web poderão conter elementos fortes e inapropriados para algumas pessoas.

19 de jan de 2010

Voce Sabia? (Curiosidades Blogásticas)


O nosso satélite natural, a Lua, permanece sempre com a mesma face voltada para a Terra. Isto ocorre porquê o tempo em que a Lua leva para completar uma volta em torno do próprio eixo é o mesmo em que ela leva para completar uma volta ao redor da Terra, em seu movimento de translação. Assim, sempre vemos o mesmo lado quando estamos visualizando a Lua no céu.


Você sabe o que realmente é a lava que os vulcões expelem quando entram em erupção? Bom, podemos dizer que a lava poderia ser chamada de "rochas derretidas", sendo derivada do magma, material que se encontra em fusão a altíssimas temperaturas, abaixo da superfície terrestre. As rochas ígneas são o resultado da consolidação do magma após o resfriamento.

De onde se origina o alcool contido na cerveja e em outras bebidas fermentadas? Simples,o alcool é produzido por leveduras, fungos unicelulares principalmente da espécie Saccharomyces cereviseae em um processo conhecido como fermentação alcoólica, que faz parte do metabolismo energético destes microrganismos.

Você sabia que o Mar Morto é na verdade um lago de água salgada? Ele recebe este nome devido ao fato de que o seu alto nível de salinidade o torna um ambiente impossível para a vida animal ou vegetal em suas águas. Esta salinidade permite que as pessoas possam, literalmente, "deitar na água".

Já ouviram falar nas melancias quadradas do Japão? Pois é, elas foram desenvolvidas no país onde há uma grande valorização do espaço disponível. O formato cúbico proporciona uma maior facilidade de armazenamento, além de poder ser cortada mais facilmente. O preço de uma destas melancias é de cerca de US$ 83,00.

O clássico game Pac Man, sucesso na década de 1980 em arcades e no Atari2600, teve o seu personagem inspirado em um jantar, mais especificamente por causa de uma pizza sem uma fatia. O game corresponde a uma boa lembrança dos tempos de infância de muita gente!


Até o próximo "Curiosidades Blogásticas"!

[ ]´s

A Criatura de Metepec!

Toluca, México, ano de 2007

Um estranho e pequeno "ser" teria sido encontrado por um fazendeiro chamado Marao Lopez. E região do país em que este caso ocorreu, é famosa devido as histórias de supostas "abduções" e "conspirações alienígenas". Sendo encontrada ainda com vida, decidiram matar a criatura e preservá-la. Posteriormente , Marao Lopez havia morrido misteriosamente, intrigando alguns em relação à possibilidade de sua morte estar relacionada com o encontro do tal "ser".Em seguida temos a imagem da criatura e um vídeo sobre o o caso Metepec:

O misterioso "ser" teria sido submetido à pesquisas, nas quais uns levantavam a hipótese de que se tratava de um primata escalpelado, outros diziam se tratar de uma espécie nova. Seria ele o resultado de uma grotesca experiência genética por extraterrestres? A verdade poderia ser bem mais simples, já que há fraudes por trás desta história. No final, a criatura de Metepec mostrou ser nada mais do que um primata, provavelmente um saimiri, natural das florestas do Panamá e da Costa Rica, desprovido de pelos.

Aves-do-Paraíso: Voce Sabe o que São?


É assim que são chamados os exóticos pássaros pertencentes à família Paradisaeidae, encontrados em regiões do oriente, tais como Austrália, Indonésia e Nova Guiné, sendo que algumas espécies se encontram ameaçadas de extinção devido à caça e perda de habitat.Uma das características mais marcantes dos membros desta família é o acentuado dimorfismo sexual observado na maioria das espécies, nas quais os machos possuem uma plumagem de exuberante beleza, enquanto que as fêmeas em geral apresentam uma aparência consideravelmente mais simples. Uma outra característica marcante dos machos são os seus peculiares rituais que são realizados na tentativa de conquistar uma companheira. Também são especialistas na arte de construir belos ninhos com os mais diversos tipos de materiais. Abaixo, vejam imagens e um vídeo (no final) de algumas espécies de ave-do-paraíso:


Cicinnurus respublica

Lophorina superba

Epimachus meyeri


Espécie do gênero Paradigalla


Paradisaea rubra

18 de jan de 2010

Parasitas: Plasmodium spp. e Malária



A Malária é conhecida por ser uma parasitose de grande importância global, que chega a atingir centenas de milhões de pessoas nas regiões tropicais e subtropicais, responsável também por milhões de mortes. Hipócrates teria sido o primeiro a descrever os seus sintomas característicos, que consistem de febres fequentes e intermitentes acompanhadas de sudorese e calafrios. Séculos mais a frente (final do século XIX) foram descobertos os estágios de infecção sanguínea e a ligação entre o parasita, o inseto vetor e os humanos. A doença atinge principalmente países da América do Sul, incluindo o Brasil, boa parte dos países africanos e países da Ásia, tais como o Afeganistão e Paquistão.

Agente Etiológico da Malária



- Sub-reino: Protozoa
- Filo: Apicomplexa
- Classe: Aconoidasida
- Ordem: Haemosporida
- Família: Plasmodiidae
- Gênero:
Plasmodium

O agente causador da malária são protozoários parasitas do gênero Plasmodium. Na doença humana, 4 principais espécies estão envolvidas: são elas: P. malariae; P. vivax; P. ovale e P. falciparum, sendo esta última responsável pela forma mais agressiva da malária sendo também, a espécie mais resistente à drogas quimioterapêuticas. Na figura ao lado, temos as formas principais, esporozoítos (A) e merozoítos (B) do parasita. Estes protozoários utilizam fêmeas de mosquitos do gênero Anopheles como insetos vetores. O ciclo de vida do Plasmodium necessita obrigatoriamente do ambiente intracelular para a sua disseminação. O ciclo tem início quando o mosquito vetor, durante o repasto sanguíneo, inoculam as formas infectantes do parasita (esporozoítos) no hospedeiro (no caso, o homem). Os esporozoítos migram para o fígado e invadem células conhecidas como hepatócitos. Os eventos de replicação que ocorrem nestas células hepáticas variam de acordo com a espécie de Plasmodium, mas culminam com a geração das formas denominadas merozoítos, que são liberados na circulação sanguínea.

No sangue, os merozoítos invadem as hemáceas (eritrócitos), se diferenciam em uma forma chamada trofozoíto. Este se divide assexuadamente para gerar novos merozoítos, que são liberados pela ruptura das hemáceas. Esta liberação produsz os surtos de febre caracteristicos da doença. Algumas divisões no interior das células podem gerar gametas masculinos (microgametas) e femininos (macrogametas). Em um novo repasto sanguíneo, o vetor pode ingerir estes gametas. No inseto ocorre a fertilização formando um zigoto pouco móvel, que após um período de 18-24 horas se torna mais alongado e adquire maior motilidade,uma forma conhecida como o oocineto. Estes escapan do intestino médio, e, após sucessivas divisões, dão origem a grande número de esporozítos, que migram para as glândulas salivares do mosquito e podem ser transmitidos para novos hospedeiros . A figura abaixo esquematiza o cliclo do parasita (clique na figura para vê-la em tamanho maior)


Os protozoários do gênero
Plasmodium são células eucarióticas que evoluíram de modo a serem capazes de sobreviver e se desenvolver no interior de outra célula. Embora alguns possam ser destruídos por anticorpos e por macrófagos, possuem eficientes mecanismos para evadir a resposta imune do hospedeiro. A relação parasita-célula hospedeira é a base para o desenvolvimento da infecção e, consequentemente, o surgimento das manifestações clínicas. O parasita inicialmente necessita reconhecer a célula hospedeira, aderir à sua membrana e iniciasr os eventos de invasão. Nestes processos são fundamentais as secreções de 3 organelas: Róptrias, micronemas e grânulos densos. Também é essencial o complexo sistema apical de microtúbulos conhecido como conóide, que promove o movimento durante a invasão celular. Ocorre a formação de um vacúolo parasitóforo quando o parasita já se encontra presente no interior da célula hospedeira.

A espécie
P. falciparum é capaz de induzir protusões nas células vermelhas sangüíneas, que são denominadas "Knobs" (figura ao lado). Estes contribuem para a aderência das células infectadas nas paredes endoteliais dos vasos. O acúmulo de eritrócitos infectados no endotélio capilar ou entre outros eritrócitos pode causar obstrução do fluxo sanguíneo. Este fenômeno está frequentemente associada com a forma mais grave da malária, a malária cerebral.

Manifestações Clínicas da Malária

Os sintomas iniciais são caracterizados por mal estar, cefaléia, cansaço e precedem a típica febre da malária. No momento que coincide com a ruptura das hemécias, em geral, ocorre calafrios e sudorese, seguida por uma fase de febre que pode chegar à temperatura de 41 graus Celsius. Esta febre diminui após um período de 2-6 horas e o paciente apresente sudorese e fraqueza intensa. Após o período inicial, a febre passa a ter um caráter intermitente, relacionado com o tempo de ruptura de uma certa quantidade de hemácias contendo parasitas. Os acessos maláricos são geralmente acompanhados de intensa debilidade física, náuseas, vômitos e o paciente se apresenta pálido. A anemia é frequente, sendo mais intensa nas infecções causadas pela espécie
P. falciparum.

Adultos com o sistema imune debilitado, crianças e gestantes estão sujeitos às manifestações mais graves da infecção, podendo ser fatal caso o protozoário seja o
P. falciparum. As complicações relacionadas com o mais severo prognóstico da doença, são caracterizadas pelas seguintes formas clínicas: Malária cerebral, icterícia, hemoglobinúria, hipoglicemia, insuficiência renal aguda e edema pulmonar aguda.

Inseto Vetor

Os insetos transmissores do parasita da malária são pertencentes da ordem Diptera, família Culicidae e gênero
Anopheles. No Brasil, 5 espécies são consideradas os principais vetores: A. darlingi; A. albitarsis; A. aquasalis; A. cruzi e A. bellator. A maioria destes mosquitos tem hábitos crepusculares ou noturnos. Ao realizarem a hematofagia, as fêmeas se infectam podendo infectar outros hospedeiros em potencial posteriormente.

Diagnóstico, Tratamento e Profilaxia

O Diagnóstico da malária pode ser realizado pelo método da gota espessa ou pelo esfregaço sanguíneo, onde através da coloração com azul de metileno e Giemsa pode ser feita a visualização de parasitas ao microscópio óptico. A reação de polimerase em cadeia (PCR) também pode ser utilizada com grande eficácia. As drogas utilizadas no combate à malária são: O quinino, a cloroquina, amodiaquina, mefloquina, entre outras. As medidas profiláticas compreendem a proteção individual, principalmente em áreas de risco; combate de insetos vetores e suas larvas através de inseticidas e larvicidas, respectivamente. A quimioprofilaxia pode ser recomendada para viajantes que se deslocam para áreas de risco, através da administração de fármacos tais como a mefloquina. Muito é pesquisado a respeito de uma vacina eficaz contra a malária e acredita-se que possa estar disponível nos próximos anos.Encerraremos a postagem com um vídeo onde é apresentado o ciclo do parasita:




Referências e Sugestões de Leitura

- Neves
et al.,Parasitologia Humana, 11a edição, ed. Atheneu
-Hisaeda et al., Malaria: Immune evasion by parasites. The International Journal of Biochemistry & Cell Biology 37: 700–706 (2005).

- Mosquitos
Anopheles:

http://www.cdc.gov/Malaria/biology/mosquito/

- Malária:

http://en.wikipedia.org/wiki/Malaria
http://ftp.iza.org/dp2997.pdf

-Anemia Falciforme e Resistência à Malária:

https://www.23andme.com/health/Sickle-Cell-Anemia-Malaria-Resistance/


[ ]´s

10 de jan de 2010

Viagem Pelo Corpo Humano - Apresentação!

"O corpo tem seu próprio modo de saber, um conhecimento que tem pouco a ver com lógica, e muito a ver com verdade; pouco a ver com controle, e muito a ver com aceitação, pouco a ver com divisão e análise e muito a ver com união." (Marilyn Sewell)

Esta é mais uma série que se inaugura aqui no blog "Livro Aberto", e onde iremos nos aprofundar um pouco mais no conhecimento de uma "maquina" extremamente fantástica, e intrigante. Estamos falando do corpo humano! A estrutura biológica mais complexa que conhecemos e que ainda estamos desvendando os seus mistérios. Esta série irá mostrar, ao longo de suas postagens, a anatomia do corpo humano através de matérias a respeito das diversas divisões o sub-divisões do mesmo. Nesta postagem de apresentação estou expondo um interessante vídeo, que representa uma animação em 3D do corpo humano:




Espero que tenham gostado, até a próxima!

[ ]´s

Obras de Arte Famosas; Outras nem Tanto!

"Todas as artes contribuem para a maior de todas as artes, a arte de viver." (Bertold Brecht)

"A grandeza de uma obra de arte está fundamentalmente no seu caráter ambíguo, que deixa ao espectador decidir sobre o seu significado." (Theodor Adorno)

"É incontestável que a arte deve conter valor social; como poderoso meio de comunicação que é, deve ser dirigida e em termos compreensíveis à percepção da humanidade." (Rockwell Kent)

"Todos sabemos que a arte não é verdade. Ela representa a mentira que nos faz perceber a verdade; pelo menos a verdade que nos é dado entender." (Pablo Picasso)

Sempre fui um apreciador de todas as formas de arte, mas possuo um fascínio especial para a arte através da pintura. Gostaria de compartilhar com os leitores deste blog, imagens de obras de arte que considero fantásticas. Algumas são bem conhecidas, outras não muito, porém também possuidoras de espetacular beleza. São elas:

Lição (Ian Malek)


Zeus e Hera (Artista Desconhecido)

Santiago el Grande (Salvador Dali)


O Lavrador de Café (Cândido Portinari)


Mulheres no Jardim (Claude Monet)


Meyenne (Camille Pissarro)


Jardim de Pantoise (Camille Pissarro)

Impressão, Nascer do Sol (Claude Monet)


Davi com a Cabeça de Golias (Caravaggio)


Catando Maçãs (Camille Pissarro)


A Virgem dos Rochedos (Leonardo da Vincci)


Boulevard Montmartre após clima chuvoso ( Camille Pissarro)


Baco, o Deus do Vinho (Caravaggio)


A Última Ceia (Leonardo da Vincci)


A Morte de Casagemas (Pablo Picasso)


Noite Estrelada (Vincent van Gogh)

Monalisa del Giocondo (Leonardo da Vincci)


[ ]´s

6 de jan de 2010

Explorando o Universo: As Galáxias


Estamos de volta em mais uma matéria da série "Explorando o Universo" e desta vez vamos falar sobre as galáxias, complexos sistemas de estrelas, gás e poeira mantidos unidos pela ação de uma das mais fundamentais leis da natureza, a gravidade. Estíma-se que existam mais de 100 bilhões de galáxias espalhadas por todo o Universo observável. Pequenas galáxias podem ter alguns bilhões de estrelas, enquanto as maiores podem ter até mais de 1 trilhão! A galáxia mais distante registrada ( A1689-zD1) encontra-se a cerca de 12,8 bilhões de anos-luz de distância de nós (1 ano luz ~ 9,46 trilhões de Km, que corresponde à distancia percorrida pela luz no vácuo no período de um ano/ Vel. da Luz = C ~ 300.000 Km/s).

Por volta do século XVIII, os astrônomos observavam objetos dispersos que denominavam nebulosas (termo utilizado para denominar nuvens de gás e poeira iluminadas pelas estrelas presentes nas galáxias), porém algumas dessas "nebulosas" observadas, na verdade, eram GALÁXIAS individuais, e não nebulosas propriamente ditas.

Galáxia de Andrômeda (M31)
3 galáxias podem ser vistas a olho nú a partir da Terra: A galáxia de Andrômeda, uma de nossas principais vizinhas, situada a cerca de 2 milhões de anos-luz de distância de nós, podendo ser vista no hemisfério norte; no hemisfério sul é possível visualizar a pequena Nuvem de Magalhães (distância ~ 180.000 anos-luz) e a grande Nuvem de Magalhães (~ 160.000 anos-luz).




NGC-1569: Galáxia Irregular
As galáxias estão distribuidas de forma desigual no espaço, podendo ser encontradas isoladas, outras em pares e outras ainda formando aglomerados podendo conter de poucas dúzias até vários milhares de galáxias. De acordo com os seus formatos, as galáxias podem ser classificadas em 3 tipos principais:



1-Galáxias espirais:


Estas galáxias possuem forma de disco com uma protuberância no centro, denominada núcleo central. Apresentam grandes "braços" em forma de lâminas em espiral na periferia. Possuem um lento movimento de rotação e novas estrelas estão constantemente se formando a partir de gás e poeira. Grupos menores de estrelas, chamados aglomerados globulares frequentemente são encontrados circundando as galáxias espirais. A Via láctea, nossa galáxia, é uma representante deste grupo (Imagem do início da postagem).

2-Galáxias elípticas:

Este tipo pode variar em forma, desde esferas quase perfeitas à globos achatados.. isso devido à variações na excentricidade. Estas galáxias apresentam rotação mais lenta que a das galáxias espirais, com estrelas aparentemente se movendo em órbitas aleatórias. Possuem uma quantidade menor de gás e poeira e poucas estrelas novas parecem se formar.

3-Galáxias Irregulares:

As galáxias irregulares são aquelas que não apresentam formas definidas e a causa para as irregularidades nas formas são desconhecidas, porém algumas dessas galáxias, na verdade são pequenas galáxias espirais que foram deformadas devido a influência da gravidade de alguma galáxia vizinha. Outras, poderiam ser galáxias jovens , que ainda não se estruturaram em uma forma definida.

OBS: Há um grupo de galáxias, chamadas de "Galáxias Anãs", contendo poucos bilhões de estrelas e que correspondem à maioria das galáxias no Universo. Em geral elas orbitam galáxias maiores. Estas galáxias anãs também podem ter formas espirais, elípticas ou irregulares.

Galáxia espiral M100
No movimento de galáxias pelo Universo, ocasionalmente duas delas podem chegar tão perto uma da outra, que a força gravitacional de uma delas pode até modificar a forma daquela que se aproximou. As galáxias podem até mesmo colidir umas com as outras. Se duas galáxias que estejam se movendo em grande velocidade colidem, elas podem passar uma pela outra podendo não haver consequências significativas.Mas quando duas galáxias que se movimentam lentamente colidem, o resultado pode ser uma extraordinária fusão de ambas, resultando em uma única galáxia de grande tamanho.





Aglomerado globular
Todas as galáxias emitem energia como ondas de luz visível e também como outros tipos de radiação eletromagnética, tais como raios ultravioleta, ondas de rádio, radiação infravermelha, raios X e raios gama. A energia emitida pode ser oriunda de várias fontes, como por exemplo, o calor das estrelas e das nuvens de gás e poeira (Nebulosas) e de explosões conhecidas como supernovas. As supernovas podem gerar objetos conhecidos como buracos negros. Estes objetos possuem uma força gravitacional tão poderosa que até mesmo a luz,com sua grande velocidade, seria incapaz de escapar de seu interior. As explosões em supernovas também podem dar origem ao que chamamos de "Estrelas de nêutrons".

Representações de um buraco negro e de uma estrela de neutrons


ESO 325-G-004:Galáxia Elíptica
O Ponto de partida para a origem das galáxias: O Big Bang(clique aqui e veja a matéria de abertura desta nossa série), o evento primeiro que teria dado origem ao nosso Universo. Brevemente após o Big Bang, as massas de gás teriam se tornado cada vez mais próximas ou entrado em colapso. A ação da força gravitacional lentamente comprimia essas massas em galáxias.



Animação representando a formação de uma Galáxia como a Via Láctea



Vídeo: Colisões Galácticas


A Nossa Galáxia: Via Láctea

Segundo os contos da mitologia grega, Zeus havia deixado o pequeno Hércules beber o leite divino no seio da deusa Hera enquanto ela dormia, para que ele se tornasse um ser imortal. A deusa então acordou e viu que estava alimentando um estranho bebê, empurrando-o em seguida. O leite de seu seio então esguichava pelo céu noturno, criando assim a Via Láctea. Mitos à parte, a Via Láctea representa uma grande galáxia espiral contendo cerca de 200 bilhões de estrelas e com o diâmetro de aproximadamente 100.000 anos-luz. Estima-se que possua entre 13 a 13,8 bilhões de anos de idade.

Fotografia panorâmica da Via Láctea

O Nosso Sistema Solar se encontra em um dos braços na periferia da galáxia. No centro da Via Láctea (e de muitas outras galáxias também) encontra-se um buraco negro ( Que foi batizado de Sagitarius A)com cerca de 4 milhões de massas solares. Buracos negros deste tipo são denominados "Buracos negros supermassivos", que auxiliam a manter a uniformidade da galáxia. O Nosso Sol se localiza à mais ou menos 30.000 anos luz do centro da galáxia, e o período de revolução do nosso sistema solar em torno do núcleo central tem a duração de 200 milhões de anos. É nela que nos encontramos, rodeados de centenas de bilhoes de estrelas que à compõe. Galáxia que representa apenas UMA, dentre tantos bilhões de outras..... Nos veremos no próximo "Explorando o Universo".


Referências e Sugestões de leitura:

- Galaxias:

http://astro.if.ufrgs.br/galax/index.htm
http://en.wikipedia.org/wiki/Galaxy
http://www.nasa.gov/worldbook/galaxy_worldbook.html

- NASA- Astronomers Eye Ultra-Young, Bright Galaxy in Early Universe:

http://www.nasa.gov/centers/jpl/news/Spitzer20080212.html

- A Via Láctea:

http://astro.if.ufrgs.br/vialac/
http://en.wikipedia.org/wiki/Milky_Way

- Formação e Evolução das Galáxias:

http://en.wikipedia.org/wiki/Galaxy_formation_and_evolution

- Lista de Galáxias:

http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_galaxies

- As 3 Galáxias que Podemos Ver a Olho Nú:

http://www.observatorio.ufmg.br/dicas06.htm

[ ]´s

5 de jan de 2010

Ilusões de Óptica!

Você pode observar atentamente as seguintes imagens, e perguntar: O que é que elas teriam de tão especial assim? Simples, elas contem elementos dispostos em padrões de um modo que conseguem "enganar" o sistema visual. Confiram:













Interessante, não?


[ ]´s
Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget